DESEMPENHO DE CULTIVARES DE GOIABEIRAS EM AMBIENTES IRRIGADO E SEQUEIRO

  • Adriana Novais Martins APTA
  • Nobuyoshi Narita Polo Regional da Alta Sorocabana/Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios-APTA/Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo-SAAESP, Presidente Prudente, SP
  • Eduardo Suguino Centro Avançado de Pesquisa de Cana/IAC, Ribeirão Preto, SP
  • William Hiroshi S. Takata Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, Presidente Prudente, SP
Palavras-chave: goiaba, Psidium guajava L., irrigação localizada, fruticultura

Resumo

Os frutos da goiabeira (Psidium guajava L.) são muito apreciados não somente pelo aroma e sabor, como também pelo valor nutricional, sendo uma rica fonte de vitamina C. São consumidos in natura e também muito utilizados na agroindústria. O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho de genótipos de goiabeiras em ambientes irrigado e não irrigado, quanto à produção inicial e qualidade dos frutos, em Vera Cruz, SP. O plantio foi realizado em fevereiro de 2016, no espaçamento de 2,0 x 4,5 m, com mudas formadas por estaquia, provenientes de viveiro comercial. As plantas foram conduzidas no sistema de espaldeiras, com podas regulares para frutificação. O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso, com 6 tratamentos em arranjo fatorial  3 x 2, sendo 3 variedades e 2 ambientes de produção (irrigado e sequeiro). Os genótipos avaliados foram Tailandesa, Pedro Sato e Século XXI. Foram analisadas variáveis produtivas (produção por planta e massa dos frutos) e qualitativas (pH e teor de sólidos solúveis totais), nos dois primeiros ciclos produtivos da cultura. A produção e a massa dos frutos dos genótipos avaliados não foram afetados pela irrigação suplementar das plantas.  A irrigação diminuiu a acidez e o teor de sólidos solúveis totais dos frutos. A goiabeira 'Tailandesa' foi a que apresentou o melhor desempenho produtivo para cultivo na região de Vera Cruz, SP.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGRIANUAL - Anuário da Agricultura Brasileira. Goiaba. São Paulo: FNP Consultoria & Comércio, 2019. p. 286-288.

AZZOLINI, M.; JACOMINI, A.P.; SPOTO, M.H.F. Estádios de maturação e qualidade pós-colheita do goiabas 'Pedro Sato'. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 26, n. 1, p. 29-31, 2004a. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452004000100009

AZZOLINI, M.; JACOMINI, A.P.; BRON, I.U. Índices para avaliar qualidade pós-colheita de goiabas em diferentes estádios de maturação. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 39, n. 2, p. 139-145, 2004b. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2004000200006

BASSOI, L.H.; TEIXEIRA, A.H.C.; SILVA, J.A.M.; SILVA, E.E.G.; FERREIRA, M.N.L.; MAIA, J.L.T.; TARGINO, E.L. Consumo de água e coeficiente de cultura da goiabeira irrigada por microaspersão. Petrolina: EMBRAPA Semi Árido, 2001, 4p. (Comunicado Técnico, 112).

CHITARRA, M.I.F.; CHITARRA, A.B. Pós colheita de frutas e hortaliças. Fisiologia e manuseio. Fundação de Apoio ao Ensino, pesquisa e Extensão (FAEP), ESAL, 1990. 293p.

COELHO, E.F.; SOUSA, V.F.; AGUIAR NETTO, A.O.; OLIVEIRA, A.S. Manejo de irrigação em fruteiras tropicais. Cruz das Almas: EMBRAPA Mandioca e Fruticultura, 2000. 48p. (Circular Técnicas, 40)

COSTA, A.F.S.; COSTA A.N. Tecnologias para produção de goiaba. Vitória: INCAPER, 2003. 341p.

COSTA, A.F.S.; LIMA, I.M. Cultura da goiaba. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FRUTICULTURA, XX., 2008, Vitória, Anais. Vitória: INCAPER, 2008 (Minicurso). Disponível em: https://biblioteca.incaper.es.gov.br/digital/bitstream/item/109/1/MINICURSO-CD-7-A-cultura-da-goiabeira.pdf. Acesso em 03/06/2019.

DESHMUKH, M.M.; SEN N.L. Studies on irrigation scheduling and point of application through drip irrigation to guava (Psidium guajava L.) variety - Allahba safeda. Haryana Journal Horticultural Science, Haryana, v. 29, n. 3/4, p. 156-158. 2000.

FERREIRA, D.F. Sisvar: a Guide for its Bootstrap procedures in multiple comparisons. Ciência & Agrotecnologia, Lavras, v.38, n.2, p. 109-112, 2014. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542014000200001.

GONZAGA NETO, L.; BEZERRA, J.E.F.; COSTA, R.S. Competição de genótipos de goiabeiras (Psidium guajava L.) na região do submédio São Francisco. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 25, n.3, p.480-482. 2003. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-29452003000300030

KAVATI, R. Cultivares. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO SOBRE A CULTURA DA GOIABEIRA, 1., 1997, Jaboticabal, Anais. Jaboticabal: UNESP/FCAVJ, 1997, p. 1-16.

HOJO, R.H.; CHALFUN, N.N.J.; HOJO, E.T.D.; VEIGA, R.D.; PAGLIS, C.M. LIMA, L.C.O. Produção e qualidade dos frutos de goiabeira 'Pedro Sato' submetida a diferentes épocas de poda. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, n. 3, p. 357-362. 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2007000300008.

HULME, A.C. The biochemistry of fruits and their products. New York: Academic Press, 1970. 620p.

MACIEL, J.L.; DANTAS NETO, J.; FERNANDES, P.D. Resposta da goiabeira à lâmina de água e à adubação nitrogenada. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 11, n. 6, p. 571-577, 2007. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662007000600004

MAIA, G.A.; OLIVEIRA, G.S.F.; FIGUEIREDO, R.W.F.; GUIMARÃES, A.C.L. Tecnologia em processamento de sucos e polpas tropicais. Brasília: ABEAS, v. 1, 1998. 104 p.

MANTOVANI E. C.; ZINATO, C. E.; SIMÃO F. R. Manejo de irrigação e fertirrigação na cultura da goiabeira. Viçosa, 2003. 60 p. Disponível em: http://www.nutricaodeplantas.agr.br/site/ensino/pos/Palestras_William/Livrogoiaba_pdf/8_irrigacao.pdf. Acesso em: 03/06/2019.

PIZZA JÚNIOR, C. T.; KAVATI, R. Goiaba de mesa (Psidium guajava). In: CATI. Manual técnico das culturas. 2.ed. rev.atual. Campinas: CATI, 1997. (CATI. Manual, 8). Disponível em: http://www.ceinfo.cnpat.embrapa.br/arquivos/artigo_2453.pdf. Acesso em 03/06/2019.

SHARMA, S.; PATRA, S.K.; ROY, G.B.; BERA, S. Influence of drip irrigation and nitrogen fertigation on yield and water productivity of guava. The Bioscan, Jharkhand, v. 8, n. 3, p. 783-786. 2013.

SILVA, J.E.B.; DANTAS NETO, J.; GOMES, J.P.; MACIEL, J.L.; SILVA, M.M.; LACERDA, R.D. Avaliação do oBrix e pH de frutos de goiabeira em função de lâminas de água e adubação nitrogenada. Revista Brasileira de Produtos Agroindustriais, Campina Grande, v. 10, n. 1, p. 43-52, 2008.

VILA, M.T.R. Qualidade pós colheita de goiaba 'Pedro Sato' armazenadas sob refrigeração e atmosfera modificada por biofilme de fécula de mandioca. 2004. 66p. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos) Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG. 2004.

XISTO, A.L.R.P. Conservação pós colheita de goiaba 'Pedro Sato' com aplicação de cloreto de cálcio em condição ambiente. 2002. 49p. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG. 2002
Publicado
2020-05-05
Como Citar
Martins, A. N., Narita, N., Suguino, E., & Hiroshi S. Takata, W. (2020). DESEMPENHO DE CULTIVARES DE GOIABEIRAS EM AMBIENTES IRRIGADO E SEQUEIRO. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 16(2), 82-89. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/3159