EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA EM JANUÁRIA-MG PELOS MÉTODOS TANQUE CLASSE “A” E HARGREAVES-SAMANI

  • Eliane Ramos Oliveira
  • Tatiane Carla Silva UFLA
  • Rogério Ferreira de Oliveira Ramos
Palavras-chave: irrigation management, Peman-Monteith, agroclimatology

Resumo

O estudo objetivou avaliar o desempenho do método do tanque classe “A” (TCA) e Hargreaves-Samani (HS), comparados ao método de Penman-Monteith (PM), para determinação da evapotranspiração de referência (ETo), em Januária, MG. Foram utilizados os dados climáticos do período 01 de janeiro de 2014 a 31 de dezembro de 2016, pertencente ao banco de dados da estação meteorológica do INMET. Foram realizadas análises de correlação, de regressão linear e determinação dos índices de concordância de Willmott e de desempenho. De acordo com os resultados obtidos, pode-se concluir que o método do TCA superestima a ETo na região de Januária-MG, mas teve desempenho bom quando ajustado ao método de PM. Quanto ao método de HS, os resultados obtidos mostram que este superestimou a ETo na maioria dos meses, mas apresentou coeficiente de correlação alto e desempenho satisfatório, sendo assim, ambos os métodos podem ser utilizados para estimar a ETo na região de Januária MG, quando não se dispuser de todos os dados necessários para determinação através do método de PM.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-01-14
Como Citar
Ramos Oliveira, E., Carla Silva, T., & Ferreira de Oliveira Ramos, R. (2020). EVAPOTRANSPIRAÇÃO DE REFERÊNCIA EM JANUÁRIA-MG PELOS MÉTODOS TANQUE CLASSE “A” E HARGREAVES-SAMANI. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 16(1), 48-54. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/3084