SUBSTRATOS E TEMPERATURAS PARA GERMINAÇÃO E VIGOR DE SEMENTES DE TOMATE

  • Josiane Cantuária Figueiredo UNIMONTES
  • Andréia Márcia Santos de Souza David
  • Andréia Márcia Santos de Souza David
  • Cleisson Dener da Silva
  • Lucas Vinícius de Souza Cangussu
  • Dayana Lúcia Mota Pinheiro Bernardinho
  • Rebeca Alves Nunes da Silva

Resumo

O estabelecimento das condições ideais para a germinação, principalmente da temperatura e do substrato, é de extrema importância, tendo em vista que estes fatores variam entre sementes de diferentes espécies. Assim, o objetivo do presente trabalho foi definir substratos e temperaturas para germinação de sementes de tomate, cultivar IPA 6. O trabalho foi conduzido no Laboratório de Análise de Sementes, do Departamento de Ciências Agrárias (DCA) da Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES). O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com os tratamentos distribuídos em esquema fatorial 2 x 5, sendo duas temperaturas (constante de 25 e alternada de 20-30 °C) e cinco substratos: areia, areia + esterco bovino (1:1), areia + Bioplant® (1:1), areia + composto orgânico (1:1), e areia + vermiculita (1:1), com quatro repetições de 50 sementes por tratamento. Os parâmetros avaliados foram: germinação, primeira contagem da germinação, índice de velocidade de germinação, comprimento de plântulas, massa da matéria fresca e seca de plântulas. Nas condições testadas, conclui-se que as melhores condições para a condução dos testes de germinação e vigor de sementes de tomate são os substratos areia, areia + Bioplant® e areia + vermiculita e a temperatura de 25 °C.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josiane Cantuária Figueiredo, UNIMONTES
Ciências Agrárias
Publicado
2019-11-28
Como Citar
Figueiredo, J. C., Santos de Souza David, A. M., Santos de Souza David, A. M., da Silva, C. D., de Souza Cangussu, L. V., Mota Pinheiro Bernardinho, D. L., & Nunes da Silva, R. A. (2019). SUBSTRATOS E TEMPERATURAS PARA GERMINAÇÃO E VIGOR DE SEMENTES DE TOMATE. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 15(6), 80-87. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2856

Outros artigos do(s) mesmo(s) autor(es)