SELAMENTO SUPERFICIAL E FORMAÇÃO DE CROSTA EM SOLOS REPRESENTATIVOS DO ESTADO DA PARAÍBA

  • Rodolpho José Almeida Nascimento Universidade Federal da Paraíba
  • Flávio Pereira de Oliveira Universidade Federal da Paraíba
  • Djail Santos Universidade Federal da Paraíba
  • Raphael Moreira Beirigo Universidade Federal da Paraíba
  • Paulo Roberto Megna Francisco CCT - Universidade Estadual da Paraíba
  • Raiff Ramos de Almeida Nascimento Universidade Federal da Paraíba
Palavras-chave: concentração de sedimentos, erosão entressulcos, rugosidade superficial, semiárido, variáveis hidráulicas do escoamento

Resumo

A formação de selo e crosta superficial no solo tem consequências diretas para o desenvolvimento das culturas e qualidade ambiental, alterando sua estrutura, diminuindo a disponibilidade de água para as plantas e potencializando os efeitos da erosão. Diante disto, o presente trabalho teve como objetivo avaliar as alterações causadas por sucessivos eventos de precipitação na superfície dos solos. Foram avaliadas quatro classes de solos: Latossolo Amarelo (LA); Argissolo Vermelho (PV); Neossolo Litólico (RL); Luvissolo Háplico (TX). O critério de seleção teve como base o grau de desenvolvimento pedogenético. O experimento foi conduzido sob chuva simulada, em parcelas experimentais com área útil de 0,3481 m², com solo descoberto e declividade de 0,10 mm-1. Os testes foram realizados com intensidade média da precipitação ajustada em 85 mm h-1 durante 75 minutos, aplicadas em três eventos consecutivos com intervalos de 7 dias, para determinar os efeitos da formação do selamento superficial durante a chuva e a formação de crosta após o período de secagem do solo. Foram avaliadas as variáveis hidráulicas do escoamento, a perda de solo (PSi), taxa de desagregação do solo em entressulcos (Di) e o fator de erodibilidade em entressulcos (Ki). A formação de selamento e de crostas superficiais foram observadas com aumento da velocidade de escoamento e da descarga liquida, e a diminuição da altura da lamina de água, assim como nas alterações em PSi, Di e Ki, sendo no primeiro evento de chuva simulada a maior contribuição para formação do encrostamento superficial. O TX se mostrou o mais estável após os eventos sucessivos de chuva simulada, mesmo tendo a rugosidade superficial modificada, não apresentou alterações significativas nas perdas de solo, taxa de desagregação e erodibilidade do solo em entresulco.

Palavras Chave: Erosão entressulco, semiárido, concentração de sedimentos, rugosidade superficial, variáveis hidráulicas do escoamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGÊNCIA EXECUTIVA DE GESTÃO DAS ÁGUAS. Meteorologia: chuvas. Paraíba, PB: AESA, 2019. Disponível em: https://www.aesa.pb.gov.br/aesa-website/meteorologia-chuvas/climatologia/. Acesso em: 08 fev. 2019.

ARMENISE, E.; SIMMONS, R. W.; AHN, S.; GARBOUT, A.; DOERR, S. H.; MOONEY, S. J.; STURROCK, C. J.; RITZ, K. Soil seal development under simulated rainfall: structural, physical and hydrological dynamics. Journal of Hydrology, v.556, p. 211-219, 2018. https://doi.org/10.1016/j.jhydrol.2017.10.073

ASSOULINE, S. Rainfall-induced soil surface sealing: a critical review of observations, conceptual models and solutions. Vadose Zone Journal, v.3, n.2, p. 570-591, 2004. https://doi.org/10.2136/vzj2004.0570

BRAIDA, J. A.; CASSOL, E. A. Relações de erosão em entressulcos com o tipo e a quantidade de resíduo vegetal na superfície do solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.23, n.3, p. 711-721, 1999. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06831999000300026.

BRANDÃO, V. S.; SILVA, D. D.; RUIZ, H. A.; PRUSKI, F. F.; SCHAEFER, C. E. G. R.; MARTINEZ, M. A.; MENEZES, S. J. M. C. Resistência hidráulica da crosta formada em solos submetidos a chuvas simuladas. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.30, n.1, p. 13-21, 2006. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832006000100002.

BRASIL. Ministério da Agricultura. I. Levantamento exploratório de reconhecimento dos solos do Estado da Paraíba. II Interpretação para uso agrícola dos solos do Estado da Paraíba. Rio de Janeiro: Sudene, 1972. 683 p. (Boletim Técnico, 15; SUDENE-DRN. Série Pedologia, 8).

CANTALICE, J. R. B.; BEZERRA, S. A.; OLIVEIRA, O. F. L.; MELO, R. O. Hidráulica e taxas de erosão em entressulcos sob diferentes declividades e doses de cobertura morta. Revista Caatinga, v.22, n.2, p. 68-74, 2009.

CARMI, G; BERLINER, P. The effect of soil crust on the generation of runoff on small plots in an arid environment. Catena, v.74, n.1, p. 37-42, 2008. https://doi.org/10.1016/j.catena.2008.02.002

CASSOL, E. A.; CANTALICE, J. R. B.; REICHERT, J. M.; MONDARDO, A. Escoamento superficial e desagregação do solo em entressulcos em solo franco-argilo-arenoso com resíduos vegetais. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.39, n.7, p. 685-690, 2004. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2004000700010

CASTRO FILHO, C.; MUZILLI, O.; PODANOSCHI, A. L. Estabilidade dos agregados e sua relação com o teor de carbono orgânico num Latossolo Roxo Distrófico, em função de sistemas de plantio, rotações de culturas e métodos de preparo das amostras. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.22, n.3, p. 527-538, 1998. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06831998000300019.

CESÁRIO, F. V.; DONAGEMMA, G. K.; RUIZ, H. A.; BALIEIRO, F. C. Estabilidade de agregados em água: análise crítica e padronização. Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2010. 7 p. (Série Embrapa Solos. Comunicado técnico, 57).

CHOW, V. T. Open channel hydraulics. New York: McGraw-Hill. 1959. 690 p.

DALLA ROSA, J.; COOPER, M.; DARBOUX, F.; MEDEIROS, J.C. Processo de formação de crostas superficiais em razão de sistemas de preparo do solo e chuva simulada. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.37, n.2, p. 400-410, 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832013000200011

DE ROO, A. P. J.; RIEZEBOS, H. T. Infiltration experiments on loess soils and their implications for modelling surface runoff and soil erosion. Catena, v.19, n.2, p. 221-239, 1992. https://doi.org/10.1016/0341-8162(92)90026-8

ELLIOT, W. J.; LIEBNOW, A. M.; LAFLEN, J. M.; KOHL, K. D. A compendium of soil erodibility data from WEPP cropland soil field erodibility experiments 1987 & 88. West Lafayette: The Ohio State University and USDA-ARS, 1989. 316 p.

EMBRAPA. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 3. ed. Brasília, DF: Embrapa, 2013. 353 p.

FARIAS, D. R.; OLIVEIRA, F. H. T.; SANTOS, D.; ARRUDA, J. A.; HOFFMANN, R. B.; NOVAIS, R. F. Fósforo em solos representativos do Estado da Paraíba. I. Isotermas de adsorção e medidas do fator capacidade de fósforo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.33, n.3, p. 623-632, 2009. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832009000300015

FOX, D. M.; LE BISSONNAIS, Y. A process-based analysis of the influence of aggregate stability on surface crusting, infiltration, and interrill erosion. Soil Science Society of America Journal, v.62, n.3, p. 717-724, 1998. http://doi.org/10.2136/sssaj1998.03615995006200030025x

FRANCISCO, P. R. M.; MEDEIROS, R. M.; SANTOS, D.; MATOS, R. M. Classificação Climática de Köppen e Thornthwaite para o Estado da Paraíba. Revista Brasileira de Geografia Física, v.8, n.4, p. 1006-1016, 2015. https://doi.org/10.5935/1984-2295.20150049

FREITAS, F. J.; CANTALICE, J. R. B.; BEZERRA, S. A.; OLIVEIRA, M. D. R.; LIMA, P. A.; FIGUEIRA, S. B. Erosão em entressulcos sob caatinga e culturas agrícolas. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.32, n.4, p. 1743-1751, 2008. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832008000400039

FREITAS, T. S. Atributos físicos de solos representativos do Estado da Paraíba. 2016. 61 f. Dissertação (Mestrado em Ciência do Solo) - Universidade Federal da Paraíba, 2016.

HILLEL, D. Introduction to environmental soil physics. Burlington: Academic Press, 2003. p. 73-89. https://doi.org/10.1016/B978-012348655-4/50006-X

HU, X.; LIU, L. Y.; LI, S. J.; CAI, Q. G.; LÜ, Y. L.; GUO, J. R. Development of soil crusts under simulated rainfall and crust formation on a loess soil as influenced by polyacrylamide. Pedosphere, v.22, n.3 p. 415-424, 2012. https://doi.org/10.1016/S1002-0160(12)60027-7

KATZ, D. M.; WATTS, F. J.; BURROUGHS, E. R. Effects of surface roughness and rainfall impact on overland flow. Journal Hydrology Division, v.121, n.7, p. 546-553, 1995. http://doi.org/10.1061/(ASCE)0733-9429(1995)121:7(546)

KINNELL, P. I. A. Raindrop impact induced erosion processes and prediction: a review. Hydrological Processes, v.19, n.14, p. 2815-2844, 2005. http://doi.org/10.1002/hyp.5788

LADO, M.; BEN-HUR, M. Soil mineralogy effects on seal formation, runoff and soil loss. Applied Clay Science, v.24, n.3-4, p. 209–224, 2004. https://doi.org/10.1016/j.clay.2003.03.002

LE BISSONNAIS, Y.; CERDAN, O.; LECOMTE, V.; BENKHADRA, H.; SOUCHERE, V.; MARTIN, P. Variability of soil surface characteristics influencing runoff and interrill erosion. Catena, v.62, n.2-3, p. 111-124, 2005. http://doi.org/10.1016/j.catena.2005.05.001

LE BISSONNAIS, Y.; SINGER, M. J. Seal formation, runoff and interrill erosion from 17 California soils. Soil Science Society of America Journal, v.57, n.1, p. 224-229, 1993. http://doi.org/10.2136/sssaj1993.03615995005700010039x

LIEBENOW, A. M.; ELLIOT, W. J.; LAFLEN, J. M.; KOHL, K. O. Interrill erodibility: collection and analysis of data from cropland soils. Transactions of the American Society of Agricultural Engineers, v.33, n.6 p. 1882-1888, 1990. http://doi.org/10.13031/2013.31553

MAIER, C.; KAUFMANN, V.; MERTEN, G. H.; CASTRO, N. M. R.; OLIVEIRA, F. P. Efeito da crosta superficial na erosão entressulcos de um Neossolo Litólico submetido a diferentes usos e manejo. Revista Brasileira de Recursos Hídricos, v.18, n.1, p. 149-163, 2013. http://doi.org/10.21168/rbrh.v18n1.p149-163

MEYER, L. D.; HARMON. W. C. Multiple intensity rainfall Simulator for erosion research on row sideslopes. Transactions of the American Society of Agricultural Engineers, v.22, n.1, p. 100-103, 1979. http://doi.org/10.13031/2013.34973

MONTANARELLA, L.; PENNOCK, D. J.; MCKENZIE, N.; BADRAOUI, M.; CHUDE, V.; BAPTISTA, I.; MAMO, T.; YEMEFACK, M.; SINGH AULAKH, M.; YAGI, K.; YOUNG HONG, S.; VIJARNSORN, P.; ZHANG, G.-L.; ARROUAYS, D.; BLACK, H.; KRASILNIKOV, P.; SOBOCKÁ, J.; ALEGRE, J.; HENRIQUEZ, C. R.; DE LOURDES MENDONÇA-SANTOS, M.; TABOADA, M.; ESPINOSA-VICTORIA, D.; ALSHANKITI, A.; ALAVIPANAH, S. K.; ELSHEIKH, E. A. E. M.; HEMPEL, J.; CAMPS ARBESTAIN, M.; NACHTERGAELE, F.; VARGAS, R. World's soils are under threat. Soil, v.2, p. 79-82, 2016. https://doi.org/10.5194/soil-2-79-2016

OLIVEIRA, F. H. T.; LEAL, J. V.; SANTOS, D.; FARIAS, D. R.; ARRUDA, J. A. Banco de solos representativos do Estado da Paraíba. In: REUNIÃO BRESILEIRA DE MANEJO E CONSERVAÇÃO DO SOLO E DA ÁGUA (RBMCSA), 16., 2006, Aracaju. Anais […]. Aracaju: SBCS, 2006. 1 CD-ROM.

PEQUENO, P. L. L. Funções de pedotransferência para estimativa de retenção de água em solos da mesorregião do agreste paraibano. 2016. 188 f. Tese (Doutorado em Ciência do Solo) – Universidade Federal da Paraíba, 2016.

R CORE TEAM: a language and environment for statistical computing. Version 3.5.1. Vienna: R Foundation for Statistical Computing, 2018. Disponível em: https://www.r-project.org/. Acesso em: 24 ago. 2018.

SANTOS, H. C.; OLIVEIRA, F. H. T.; SALCEDO, I. H.; SOUZA, A. P.; SILVA, V. D. M. Kinetics of phosphorus sorption in soils in the state of Paraíba. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.35, n.4 p. 1301-1310, 2011. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832011000400024

SIMONS, D. B.; SENTÜRK, F. Sediment transport technology: water and sediment dynamics. Littleton: Water Resources Publication, 1992. 897 p.

SINGH, V. P. Analytical solutions of cinematic for erosion on a plane: II Rainfall of finite duration. Advanced Water Research, v.6, n.2, p. 88-95, 1983. https://doi.org/10.1016/0309-1708(83)90045-3

SOUZA, E. S.; ANTONINO, A. C. D.; HECK, R. J.; MONTENEGRO, S. M. G. L.; LIMA, J. R. S.; SAMPAIO, E. V. S. B.; ANGULO-JARAMILLO, R.; VAUCLIN, M. Effect of crusting on the physical and hydraulic properties of a soil cropped with Castor beans (Ricinus communis L.) in the northeastern region of Brazil. Soil and Tillage Research, v.141, n.8, p. 55-61, 2014. https://doi.org/10.1016/j.still.2014.04.004

TEIXEIRA, P. C.; DONAGEMMA, G. K.; FONTANA, A.; TEIXEIRA, W. G. (Ed.). Manual de métodos de análise de solo. 3.ed. Brasília: Embrapa, 2017. 573 p.

TOUMA, J.; RACLOT, D.; AL-ALI, Y.; ZANTE, P.; HAMROUNI, H.; DRIDI, B. In situ determination of the soil surface crust hydraulic resistance. Journal of Hidrology, v.403, n.3, p. 253-260, 2011. https://doi.org/10.1016/j.jhydrol.2011.04.004

VAEZI, A. R.; BAHRAMI, H. A. Relationship between soil productivity and erodibility in rainfed wheat lands in northwestern Iran. Journal of Agricultural Science and Technology, v.16, n.3 p. 1455-1466, 2014. https://doi.org/10.2478/v10247-012-0097-4

WOOLHISER, D. A.; LIGGETT, J. A. Unsteady, one-dimensional flow over a plane - The rising hydrograph. Water Resources Research, v.3, n.3 p. 753-771, 1967. https://doi.org/10.1029/WR003i003p00753

ZHANG, X. C.; NEARING, M. A.; GARBRECHT, J. D. Gaining insights into interrill erosion processes using rare earth element tracers. Geoderma, v.299, n.1, p. 63-72, 2017. https://doi.org/10.1016/j.geoderma.2017.04.004

ZHANG, X. C.; WANG, Z. L. Interrill soil erosion processes on steep slopes. Journal of Hydrology, v.548, n.5, p. 652-664, 2017. https://doi.org/10.1016/j.jhydrol.2017.03.046

ZONTA, J. H.; MARTINEZ, M. A.; PRUSKI, F. F.; SILVA, D. D.; SANTOS, M. R. Efeito da aplicação sucessiva de precipitações pluviais com diferentes perfis na taxa de infiltração de água no solo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v.36, n.2, p. 377-388, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S0100-06832012000200007

Publicado
2019-06-06
Como Citar
Nascimento, R. J. A., Pereira de Oliveira, F., Santos, D., Moreira Beirigo, R., Megna Francisco, P. R., & Ramos de Almeida Nascimento, R. (2019). SELAMENTO SUPERFICIAL E FORMAÇÃO DE CROSTA EM SOLOS REPRESENTATIVOS DO ESTADO DA PARAÍBA. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 15(3), 79-93. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2784