BACTÉRIAS PROMOTORAS DO CRESCIMENTO RADICULAR EM PLÂNTULAS DE DOIS CULTIVARES DE ARROZ IRRIGADO POR INUNDAÇÃO

  • Israel Mendes Sousa Universidade Federal de Goiás
  • Adriano Stephan Nascente Embrapa Arroz e Feijão
  • Marta Cristina Corsi de Filippi
Palavras-chave: bioagentes, desenvolvimento sustentável, microrganismos indutores de crescimento, Oryza sativa

Resumo

Para o crescimento e desenvolvimento as plantas, na natureza, contam com os benefícios de microrganismos residentes em sua rizosfera. Rizobactérias promotoras de crescimento vegetal (RPCV) são exemplos desses microrganismos que interagem de forma benéfica com espécies vegetais. Portanto, a inoculação de sementes com RPCV pode representar uma alternativa importante e sustentável para melhorar o desenvolvimento inicial e a produção de plantas cultivadas. Objetivou-se com esse estudo determinar o efeito da microbiolização de sementes com RPCV no comprimento radicular de plântulas de arroz irrigado. Em condições controladas, conduziram-se dois experimentos com cultivares de arroz irrigado (BRS Catiana e A 702 CL), em delineamento inteiramente casualizado, com sete tratamentos e 10 repetições. Os tratamentos constituíram-se de seis microrganismos: BRM32109 (Bacillus sp.), BRM32110 (Bacillus sp.), BRM32111 (Pseudomonas sp.), BRM32112 (Pseudomonas fluorescens), BRM32113 (Burkholderia pyrrocinia), BRM32114 (Serratia sp.) e um controle (sem microrganismo). Os dados foram submetidos à análise de variância, as médias entre os tratamentos com RPCV foram comparadas pelo teste LSD (p≤0,05) e, os tratamentos com microrganismos foram comparados individualmente com o controle pelo teste de Dunnett (p≤0,05). Somente a cultivar BRS Catiana apresentou diferença entre os tratamentos. Os maiores comprimentos radiculares foram apresentados pelas sementes tratadas com os isolados BRM32110, BRM32112, BRM32109 e BRM32114. Para ambas cultivares houve significância quando comparado microrganismos e controle. Destaque para as sementes da cultivar BRS Catiana, que quando tratadas com os isolados BRM32110 e BRM32112 apresentaram aumento médio de 25,7% no comprimento radicular, em comparação com o tratamento controle. Para a cultivar A 702 CL, todos os microrganismos proporcionaram incrementos com um valor médio de 31% no comprimento radicular das plântulas de arroz. Com base nos resultados pode-se inferir que as RPCV proporcionam incrementos significativos no comprimento radicular de plântulas de cultivares de arroz irrigado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AHEMAD, M.; KIBRET, M. Mechanisms and applications of plant growth promoting rhizobacteria: current perspective. Journal of King Saud University, v.26, n.1, p.1-20, 2014. https://doi.org/10.1016/j.jksus.2013.05.001

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para análises de sementes. Brasília: MAPA/ACS, 2009. 399 p.

CONAB. Acompanhamento da safra brasileira de grãos. 2018.

FILIPPI, M. C. C.; SILVA, G. B.; SILVA-LOBO, V. L.; CÔRTES M. V. C. B.; MORAES, A. J. G.; PRABHU, A. S. Leaf blast (Magnaporthe oryzae) suppression and growth promotion by rhizobacteria on aerobic rice in Brazil. Biological Control, v.58, n.2, p.160-166, 2011. https://doi.org/10.1016/j.biocontrol.2011.04.016

HUNGRIA, M. Inoculação com Azospirillum brasiliense: inovação em rendimento a baixo custo. 1. ed. Londrina: Embrapa Soja, 2011.

IRRI. Global Rice Science Partnership (GRISP). 2010. 267 p.

KADO, C. J.; HESKETT, M. G. Selective media for isolation of Agrobacterium, Corynebacterium, Erwinia, Pseudomonas and Xanthomonas. Phytopathology, v.60, n.6, p.969-976. 1970. . https://doi.org/10.1094/Phyto-60-969

MARTINS, B. E. M. Caracterização morfológica, bioquímica e molecular de isolados bacterianos antagonistas a Magnaporthe oryzae. 2015. 80 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) – Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos, Universidade Federal de Goiás, Goiânia-GO, 2015.

MENDES, L. W.; RAAIJMAKERS, J. M.; HOLLANDER, M.; MENDES, R.; TSAI, S. M. Influence of resistance breeding in common bean on rhizosphere microbiome composition and function. The ISME Journal, v.12, n.1, p.212-224, 2017. https://doi.org/10.1038/ismej.2017.158

NASCENTE, A. S.; FILIPPI, M. C. C.; LANNA, A. C.; SOUZA, A. C. A.; LOBO, V. L S.; SILVA, G. B. Biomass, gas exchange, and nutrient contents in upland rice plants affected by application forms of microorganism growth promoters. Environmental Science and Pollution Research, v.24, n.3, p.2956-2965, 2017a. https://doi.org/10.1007/s11356-016-8013-2

NASCENTE, A. S.; FILIPPI, M. C. C.; LANNA, A. C.; SOUSA, T. P.; SOUZA, A. C. A.; LOBO, V. L. S.; SILVA, G. B. Effects of beneficial microorganisms on lowland rice development. Environmental Science and Pollution Research, v.24, n.32, p.25233-25242, 2017b. https://doi.org/10.1007/s11356-017-0212-y

NAVES, M. M. V.; BASSINELO, P. Z. Importância na nutrição humana. In: SANTOS, A. B.; STONE, L. F.; VIEIRA, N. R. A. A cultura do arroz no Brasil. Santo Antônio de Goiás: Embrapa Arroz e Feijão, 2006. p. 17-30.

OLIVEIRA, A. L.; URQUIAGA, S.; BALDANI, J. I. Processos e mecanismos envolvidos na influência de microrganismos sobre o crescimento vegetal. 1. ed. Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2003.

RAJ, S. N.; LAVANYA, S. N.; AMRUTHESH, K. N.; NIRANJANA, S. R.; REDDY, M. S.; SHETTTY, H. S. Histo-chemical changes induced by PGPR during induction of resistance in pearl millet against downy mildew disease. Biological Control, v.60, n.2, p.90-102, 2012. https://doi.org/10.1016/j.biocontrol.2011.10.011

RÊGO, M. C. F.; ILKIU-BORGES, F.; FILIPPI, M. C. C.; GONÇALVES, L. A.; SILVA, G. B. Morphoanatomical and Biochemical Changes in the Roots of Rice Plants Induced by Plant Growth-Promoting Microorganisms. Journal of Botany, v.2014, n.1, p.1-10, 2014. https://doi.org/10.1155/2014/818797

SPERANDIO, E. M.; VALE, H. M. M.; REIS, M. S.; CORTES, M. V. C. B.; LANNA, A. C.; FILIPPI, M. C. C. Evaluation of rhizobacteria in uplant rice in Brazil: growth promotion and interaction of induced defense responses against leaf blast (Magnaporthe oryzae). Acta Physiologiae Plantarum, v.39, n.1, p.258-270, 2017. https://doi.org/10.1007/s11738-017-2547-x

TAIZ, L.; ZEIGER, E.; MOLLER, I. M.; MURPHY, A. Fisiologia e desenvolvimento vegetal. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2017.

Publicado
2019-04-24
Como Citar
Sousa, I. M., Nascente, A. S., & Filippi, M. C. C. de. (2019). BACTÉRIAS PROMOTORAS DO CRESCIMENTO RADICULAR EM PLÂNTULAS DE DOIS CULTIVARES DE ARROZ IRRIGADO POR INUNDAÇÃO. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 15(2), 140-145. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2714