QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE SOJA SUBMETIDAS À DESSECAÇÃO EM PRÉ-COLHEITA

  • Renan Canzi Comin Fundação Pro Sementes
  • Geri Eduardo Meneghello PPG em C&T de Sementes FAEM UFPel
  • Jader Job Franco Ufpel/FAEM
  • Alexandre Moscarelli Levien Fundação Pro Sementes
  • Kassiana Kehl Fundação Pro Sementes
  • Geovan Canzi Comin Ecomin Ambiental

Resumo

A utilização de sementes de soja (Glycine max L.) com alta qualidade é um dos aspectos diretamente responsáveis para a obtenção de índices satisfatórios de produtividade. A prática de dessecação é uma importante aliada dos produtores para antecipação da colheita e minimização da rápida deterioração da qualidade de sementes no campo. Nesse contexto, o trabalho teve como objetivo avaliar o efeito do uso de dessecantes aplicados em R7 sobre a qualidade fisiológica de sementes de soja. O experimento foi conduzido em área experimental, localizada no município de Passo Fundo, Rio Grande do Sul. Foram semeadas sob delineamento experimental parcela dividida quatro cultivares de soja (FPS Jupiter RR, FPS Paranapanema RR, BRS Tordilha RR e FPS Urano RR), manejadas segundo recomendações técnicas para a cultura. No estádio R7, na sub parcela, aplicou-se diferentes manejos de dessecação (sem dessecação, paraquat, diquat e glufosinato de amônio). As sementes foram colhidas com colhedora de parcelas e avaliou-se o peso de mil sementes, a germinação e envelhecimento acelerado, esses dois últimos avaliados aos 30 e 180 dias após a colheita. A dessecação em pré-colheita no estádio R7 da cultura da soja não afeta negativamente a qualidade fisiológica das sementes e, de modo geral, para as cultivares FPS Júpiter RR e FPS Urano RR, possibilitou a obtenção de sementes mais vigorosas aos 30 DAC. Nas condições em que o experimento foi conduzido, os herbicidas diquat, paraquat e glufosinato de amônio podem ser utilizados para dessecação em pré-colheita nos campos de produção de sementes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jader Job Franco, Ufpel/FAEM
Engenheiro Agrônomo, formado pela Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel/UFPel (2011). Mestre em Fitossanidade pela mesma instituição - com ênfase em Herbologia (2014). Atuando nas áreas de Resistência de Plantas Daninhas, Manejo Integrado de Plantas Daninhas, Tecnologia de Aplicação Aérea e Terrestre, Instrutor em cursos na área da Aviação Agrícola, Coordenador em Aviação Agrícola.
Publicado
2019-02-22
Como Citar
Comin, R. C., Meneghello, G. E., Job Franco, J., Levien, A. M., Kehl, K., & Comin, G. C. (2019). QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE SOJA SUBMETIDAS À DESSECAÇÃO EM PRÉ-COLHEITA. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 14(4), 112-120. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2542