RESPOSTA DA IRRIGAÇÃO E DA APLICAÇÃO DE FUNGICIDAS SOBRE A QUALIDADE SANITÁRIA E PRODUTIVIDADE DE GRÃOS DE MILHO

  • José Roberto Chaves Neto Universidade Federal de Santa Maria
  • Ricardo Boscaini Universidade Federal de Santa Maria
  • Renato Carnellosso Guerra Universidade Federal de Santa Maria
  • Nívea Raquel Ledur Universidade Federal de Santa Maria
  • Maurivan Travessini Universidade Federal de Santa Maria
  • Ivan Francisco Dressler da Costa Universidade Federal de Santa Maria
  • Mayara Torres Mendonça Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar a resposta da irrigação e da aplicação foliar de fungicida sobre o complexo grãos ardidos, a incidência de fungos (teste de sanidade - Blotter test) e produtividade de grãos de dois híbridos de milho. Os experimentos foram conduzidos na safra agrícola 2014/15, em Cruz Alta, RS. Para ambos os experimentos o delineamento utilizado foi em blocos casualizados e os tratamentos arranjados em esquema fatorial 2 (híbridos comerciais) x 4 (3 fungicidas e 1 testemunha), com 4 repetições. Em laboratório, os grãos foram avaliados, quanto à porcentagem de grãos ardidos, sanidade de grãos pelo método de “Blotter test”, peso de mil grãos e produtividade de grãos. Houve influência do uso da irrigação, do híbrido, e da aplicação de fungicidas sobre a produtividade de grãos e a incidência de grãos ardidos e fungos fitopatogênicos. A irrigação favoreceu uma maior incidência de grãos ardidos e dos fungos Fusarium sp. e Aspergillus sp. O híbrido BG7060HR proporcionou uma menor incidência de fungos e de grãos ardidos, paralelamente a uma maior massa de mil grãos e produtividade quando aplicou-se o fungicida Azoxistrobina + Benzovindiflupir. A aplicação de fungicidas no estádio V8 da cultura reduziu a incidência dos fungos Fusarium sp e Aspergillus sp., destacando-se o fungicida Azoxistrobina + Benzovindiflupir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Roberto Chaves Neto, Universidade Federal de Santa Maria
Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal da Paraíba - UFPB (2013). Mestre em Agronomia (Produção Vegetal) pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM (2016). Atualmente doutorando em Engenharia Agrícola (Engenharia Agroambiental) pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM, Campus de Santa Maria, RS. Tem experiência na área de Fitotecnia com ênfase em fitopatologia de grande culturas, fruticultura e tecnologia e fisiologia pós-colheita de frutas nativas, exóticas e não tradicionais.
Mayara Torres Mendonça, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Mestrado no programa de pós graduação em ciência do solo, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Campus de Santa Maria;

Publicado
2019-02-14
Como Citar
Chaves Neto, J., Boscaini, R., Guerra, R., Ledur, N., Travessini, M., Dressler da Costa, I., & Mendonça, M. T. (2019). RESPOSTA DA IRRIGAÇÃO E DA APLICAÇÃO DE FUNGICIDAS SOBRE A QUALIDADE SANITÁRIA E PRODUTIVIDADE DE GRÃOS DE MILHO. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 14(4), 121-134. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2384