EXTRATO DE ALGAS COMO BIOESTIMULANTE DA PRODUTIVIDADE DO TRIGO IRRIGADO NA REGIÃO DO CERRADO

Autores

  • Fernando Shintate Galindo FEIS/UNESP
  • Marcelo Carvalho Minhoto Teixeira Filho
  • Salatiér Buzetti
  • Cleiton José Alves
  • Cassia Maria de Paula Garcia
  • Lais Meneghini Nogueira

Palavras-chave:

Ascophyllum nodosum, nutrição de plantas, Triticum aestivum

Resumo

Existem no mercado agrícola bioestimulantes vegetais a base de alga, principalmente da Ascophyllum nodosum, porém praticamente não há pesquisas sobre o efeito destes produtos no crescimento e produtividade de grãos em condições de clima tropical. Diante do exposto, objetivou-se avaliar o efeito bioestimulante e fertilizante da alga Ascophyllum nodosum nos componentes produtivos e produtividade de grãos de trigo irrigado em região de Cerrado. A pesquisa foi desenvolvida em Selvíria – MS, em um Latossolo Vermelho Distrófico. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com cinco tratamentos e cinco repetições, sendo os tratamentos: Testemunha, aplicação única (aos 24 dias após emergência (d.a.e.) do trigo) ou dupla (aos 24 e 60 d.a.e) de extrato de Ascophyllum nodosum com o produto comercial polifértil®, e aplicação única (aos 24 d.a.e) ou dupla (aos 24 e 60 d.a.e) de extrato de Ascophyllum nodosum com o produto Acadian®. Os extratos de alga à base de Ascophyllum nodosum não influenciaram os componentes produtivos e produtividade de grãos de trigo, portanto sua utilização como bioestimulante não é necessária em solos com fertilidade adequada e cultivo irrigado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABREU, G. F.; TALAMINI, V.; STADNIK, M. J. Bioprospecção de macroalgas marinhas e plantas aquáticas para o controle da antracnose do feijoeiro. Summa Phytopathologica, v. 34, n. 1, p. 78-82, 2008. https://doi.org/10.1590/S0100-54052008000100017

ALBRECHT, L. P.; BRACCINI, A. L.; ÁVILA, M. R.; BARBOSA, M. C.; RICCI, T. T.; ALBRECHT, A. J. P. Aplicação de biorregulador na produtividade do algodoeiro e qualidade de fibra. Scientia Agraria, v.10, n.3, p.191-198, 2009. https://doi.org/10.5380/rsa.v10i3.14474

ARTHUR, G. D.; STIRK, W. A.; VANSTADEN, J. Effect of a seaweed concentrate on the growth and yield of three varieties of Capsicum annuum. South African Journal of Botany, v. 69, n. 1, p. 207-211, 2003. https://doi.org/10.1016/S0254-6299(15)30348-3

ÁVILA, M. R.; BRACCINI, A. L.; SCAPIM, C. A.; ALBRECHT, L. P.; TONIN, T. A.; STÜLP, M. Bioregulator application, agronomic efficiency, and quality of soybean seeds. Scientia Agricola, v. 65, n.6, p.567-691, 2008. https://doi.org/10.1590/S0103-90162008000600006

BECALETO, B. D.; TEIXEIRA FILHO, M. C. M.; FREITAS, L. A; GARCIA, C. M. P.; BUZETTI, S. Crescimento e produção de matéria seca de plantas de milho em função de doses de alga (Egeria densa) com e sem aplicação de nitrogênio. In: Congresso de Iniciacao Cientifica da Unesp, 25, 2013. Ilha Solteira. Anais... Ilha Solteira: UNESP, 2013. Disponível em: http://prope.unesp.br/cic_isbn/busca.php. Acesso em: 23 dez. 2015.

BOT, A.; BENITES, J. The importance of soil organic matter, Key to drought-resistant soil and sustained food production. FAO Soils Bulletim, 2005. 80p.

CAMPOS, M. F.; ONO, E. O.; BOARO, C. S. F.; RODRIGUES, J. D. Análise de crescimento em plantas de soja tratadas com substâncias reguladoras. Revista Biotemas, v. 21, n. 3, p. 53-63, 2008. https://doi.org/10.5007/2175-7925.2008v21n3p53

CANTARELLA, H.; RAIJ, B. V.; CAMARGO, C.E.O. Cereais. In: RAIJ, B.V.; CANTARELLA, H.; QUAGGIO, J.A.; FURLANI, A.M.C. Recomendações de calagem e adubação para o Estado de São Paulo. Campinas: Instituto Agronômico de Campinas, 1997. 285p. (Boletim técnico, 100).

CARVALHO, M.E.A. Efeitos do extrato de Ascopyllum nodosum sobre o desenvolvimento e produção de cultivos. 2013. 69 f. Dissertação (Mestrado) - Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, 2013.

CHIODINI, B. M.; SILVA A. G.; NEGREIROS A. B.; MAGALHAES, L. B. Matéria orgânica e a sua influência na nutrição de plantas. Revista Cultivando o Saber, v. 6, n. 1, p. 181-190, 2013.

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema Brasileiro de Classificação de Solos. 3. ed. Brasília, DF: EMBRAPA, 2013. 353 p.

FERNANDES, A. L. T.; SILVA, R. O. Avaliação do extrato de algas (Ascophyllum nodosum) no desenvolvimento vegetativo e produtivo do cafeeiro irrigado por gotejamento e cultivado em condições de Cerrado. Enciclopédia Biosfera, v. 17, n. 13, p. 147-157, 2011.

FERREIRA, D.F. Sisvar: a computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, v. 35, n.6, p.1039-1042, 2011. https://doi.org/10.1590/S1413-70542011000600001

FERREIRA, L. A.; OLIVEIRA, J. A.; VON PINHO, E. V. R.; QUEIROZ, D. L. Bioestimulante e fertilizante associados ao tratamento de sementes de milho. Revista Brasileira de Sementes, v. 29, n. 2, p. 80-89, 2007. https://doi.org/10.1590/S0101-31222007000200011

GALINDO, F. S.; LUDKIEWICZ, M. G. Z.; BELLOTE, J. L. M.; SANTINI, J. M. K.; TEIXEIRA FILHO, M. C. M.; BUZETTI, S. Épocas de inoculação com Azospirillum brasilense via foliar afetando a produtividade da cultura do trigo irrigado. Tecnologia e Ciência Agropecuária, João Pessoa, v. 9, n. 2, p. 43-48, 2015.

GROHS, M.; MARCHESAN, E.; ROSO, R.; FORMENTINI, T.C.E; OLIVEIRA, M.L. Desempenho de cultivares de arroz com uso de reguladores de crescimento, em diferentes sistemas de cultivo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 47, n. 6, p. 776-783, 2012. https://doi.org/10.1590/S0100-204X2012000600007

IGNA, R. D.; MARCHIORO, V. S. Manejo de (Ascophyllum nodosum) na cultura do trigo. Enciclopédia Biosfera, v. 3, n. 1, p. 64-71, 2010.

KLAHOLD, C. A.; GUIMARÃES, V. F.; ECHER, M. M.; KLAHOLD, A.; CONTIERO, R. L.; BECKER, A. Resposta da soja (Glycine max (L.) Merrill) à ação de bioestimulante. Acta Scientiarum Agronomy, v. 28, n. 2, p. 179-185, 2006.

KUMAR, G; SAHOO, D. Effect of seaweed liquid extract on growth and yield of Triticum aestivum var. Pusa Gold. Journal of Applied Phycology, v. 23, n. 2, p 251-255, 2011. https://doi.org/10.1007/s10811-011-9660-9

LONG, E. The importance of biostimulants in turfgrass management. 2006. Disponível em: http://www.golfenviro.com/Article%20Archive/Biostimulants-Roots.htm. Acesso em: 23 dez. 2015.

LOYOLA, N.; MUÑOZ, C. Effect of the biostimulant foliar addition of marine algae on o‟neal production. Acta Horticulturae, v. 810, p. 709-722, 2009. https://doi.org/10.17660/ActaHortic.2009.810.94

MÓGOR, Á. F.; ONO, E. O.; RODRIGUES, J. D.; MÓGOR, G. Aplicação foliar de extrato de alga, ácido l-glutâmico e cálcio em feijoeiro. Scientia Agraria, v. 9, n. 4, p. 431-437, 2008. 431.

NORRIE, J. Advances in the use of Ascophyllum nodosum seaplant extracts for crop production. Laboratory and Field Research. Acadian Seaplants Ltd., Dartmouth, Nova Scotia, Canada. 2008. Disponível em: http://www.fluidfertilizer.com/. Acesso em: 22 dez. 2015.

PASSAM, H. C.; OLYMPIOS, C. M.; AKOUMIANAKIS, K. The influence of pre and postharvest application of seaweed extract on early production and storage of cucumber. Acta Horticulturae, n. 379, p.229-236, 1995. https://doi.org/10.17660/ActaHortic.1995.379.28

PAVINATO, P. S.; ROSOLEM, C. A. Disponibilidade de nutrientes no solo-decomposição e liberação de compostos orgânicos de resíduos vegetais. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n. 3, p. 911-920, 2008. https://doi.org/10.1590/S0100-06832008000300001

RAIJ, B.V.; ANDRADE, J.C.; CANTARELLA, H.; QUAGGIO, J.A. Análise química para avaliação da fertilidade de solos tropicais. Campinas: IAC, 2001. 285p.

SANTOS, V. M.; MELO, A. V.; CARDOSO, D. P; GONÇALVES, A. H.; VARANDA, M. A. F; TAUBINGER, M. Uso de bioestimulantes no crescimento de plantas de Zea mays L. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v. 12, n. 3, p. 307-318, 2013. https://doi.org/10.18512/1980-6477/rbms.v12n3p307-318

SILVA, T. P. Características produtivas e físico-químicas de frutos de morangueiro orgânico cultivado com o uso de extrato de algas. 2011. 121 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia - Produção Vegetal) – Universidade Federal do Paraná, 2011.

SILVA, T. T. A.; VON PINHO, E. V. R; CARDOSO, D. L.; FERREIRA, C. A.; ALVIM, P. O.; COSTA, A. A. F. Qualidade fisiológica de sementes de milho na presença de bioestimulantes. Ciência Agrotecnologia, v. 32, n. 3, p. 840-846, 2008. https://doi.org/10.1590/S1413-70542008000300021

TEIXEIRA FILHO, M. C. M.; BUZETTI, S.; ANDREOTTI, M.; ARF, O.; BENETT, C. G. S. Doses, fontes e épocas de aplicação de nitrogênio em trigo irrigado em plantio direto. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v. 45, n. 8, p. 797-804, 2010. https://doi.org/10.1590/S0100-204X2010000800004

TEMPLE, W. D.; BOMKE, A. A. Effects of kelp (Macrocytis integrifolia and Ecklonia maxima) foliar applications on bean crop growth. Plant and Soil, v.117, n.1, p.85-92. 1989. https://doi.org/10.1007/BF02206260

THEAGO, E. Q.; BUZETTI, S.; TEIXEIRA FILHO, M. C. M.; ANDREOTTI, M.; MEGDA, M. M.; BENETT, C. G. S. Doses, fontes e épocas de aplicação de nitrogênio influenciando teores de clorofila e produtividade do trigo. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 38, n. 6, p. 1826-1835, 2014. https://doi.org/10.1590/S0100-06832014000600017

UGARTE, R. A.; SHARP, G.; MOORE, B. Changes in the brown seaweed Ascophyllum nodosum (L.) Le Jol. Plant morphology and biomass produced by cutter rake harvests in southern New Brunswick, Canada. Journal of Applied Phycology, v. 18, n. 3-5, p.351-359, 2006. https://doi.org/10.1007/s10811-006-9044-8

VIEIRA, E.L.; SANTOS, C.M.G. Efeito de bioestimulante no crescimento e desenvolvimento inicial de plantas de algodoeiro. Magistra, v. 17, n. 3, p. 1-8, 2005.

ZHANG, X.; SCHMIDT, R. E.; ERVIN, E. H.; DOAK, S. Creeping bentgrass physiological responses to natural plant growth regulators and iron under two regimes. HortScience, v. 37, n. 6, p. 898-902, 2002. https://doi.org/10.21273/HORTSCI.37.6.898

Publicado

2019-04-05

Como Citar

Galindo, F. S., Teixeira Filho, M. C. M., Buzetti, S., Alves, C. J., Garcia, C. M. de P., & Nogueira, L. M. (2019). EXTRATO DE ALGAS COMO BIOESTIMULANTE DA PRODUTIVIDADE DO TRIGO IRRIGADO NA REGIÃO DO CERRADO. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 15(1), 130-140. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2346

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##