GLIFOSATO E MANGANÊS NA CONCENTRAÇÃO DE NUTRIENTES FOLIAR E CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS DA SOJA

  • Alexandre Perozini
  • Edson Lazarini
  • Marcelo Carvalho Minhoto Teixeira Filho
  • Fernando Shintate Galindo FEIS/UNESP

Resumo

Objetivou-se estudar os efeitos da aplicação de glifosato e manganês (Mn) em estádios de desenvolvimento na nutrição e características agronômicas da cultura da soja, no município de Selvíria-MS, Brasil, na safra 2012/13, utilizando-se a variedade de soja BRS Valiosa RR em um Latossolo Vermelho Distrófico, de textura argilosa. O delineamento experimental foi em blocos casualizados com quatro repetições, distribuídos em esquema fatorial 6x2, sendo: seis doses de aplicação de glifosato (0 g i.a. ha-1, aplicação de 720 g i.a. ha-1 no estádio V3, 1440 g i.a. ha-1 em V3, 720+720 g i.a. ha-1 em V3 e V7, 1440 g i.a. ha-1 em V7, e aplicação de 720+1440 g i.a. ha-1 em V3 e V7; com ou sem aplicação de Mn (0 g ha-1 e 350 g ha-1), no estádio V5. A aplicação foliar de Mn e de glifosato não influenciou as concentrações dos macro e micronutrientes foliar da cultura da soja. O glifosato nas doses de 720+1440 g i.a. ha-1, aplicado nos estádios V3 e V7, associado a adubação foliar com 350 g ha-1 de Mn no estádio V5, reduz a altura de inserção da primeira vagem, porém aumenta o número de grão por vagem. A produtividade de grãos de soja foi reduzida com a aplicação de glifosato na dose de 720+1440 g i.a. ha-1, nos estádios V3 e V7, independentemente da aplicação foliar com Mn.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-01-18
Como Citar
Perozini, A., Lazarini, E., Teixeira Filho, M., & Galindo, F. (2019). GLIFOSATO E MANGANÊS NA CONCENTRAÇÃO DE NUTRIENTES FOLIAR E CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS DA SOJA. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 14(3), 82-92. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2295