EFEITO DE DOSES DE HERBICIDA E TIPOS DE INOCULANTES SOB A SOJA FTS PARAGOMINAS NO BREJO PARAIBANO

  • Rayan Sabino Reges Universidade Federal da Paraíba
  • Allan Jônathan do Nascimento Lino Universidade Federal da Paraíba
  • João Paulo de Oliveira Santos Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Mateus Costa Batista Universidade Federal de Campina Grande
  • José Luiz Carneiro da Silva Universidade Federal da Paraíba
  • Leossávio César de Souza Universidade Federal da Paraíba
Palavras-chave: Glycine max, Fixação Biológica de Nitrogênio, Glifosato.

Resumo

As áreas cultivadas com soja (Glycine max L. Merill) no Brasil vem crescendo a cada ano, sendo esse grão responsável por expressivos resultados econômicos no setor agrícola. Resultados que levam a cultura a se expandir por novas áreas no território nacional, no entanto, essa expansão requer estudos de manejo para essas novas condições e cultivares. Assim, o presente trabalho objetiva avaliar os efeitos da inoculação e de doses de herbicida sob as características agronômicas e de produção da cultivar de soja FTS Paragominas no município de Areia, Paraíba. O delineamento experimental foi constituído em um fatorial 2 x 3 +1, conduzido em blocos casualizados, com quatro repetições, totalizando 28 parcelas. As unidades experimentais foram constituídas de três linhas de 3m, espaçadas em 0,50 metros. A área útil foi formada pela linha central, onde foram coletados os dados referentes às características avaliadas: altura da planta (cm), altura de inserção da primeira vagem (cm), número de vagens por planta, número de semente por vagem, peso de mil sementes (g) e produtividade (kg/ha). As médias foram avaliadas através do teste de Tukey a 5% de probabilidade. Foi encontrado efeito significativo a 1% de probabilidade do inoculante sob a altura de plantas, e a 5% sob o número de vagens por planta. Para a interação inoculante versus glifosato, encontrou-se efeito significativo a 1% para as variáveis altura de plantas e produtividade. A utilização de inoculante líquido associado com a dose de 3 L/ha de glifosato mostrou-se satisfatória na altura de planta, no número de vagens por planta e na produtividade, obtendo-se produtividade semelhante a registrada em experimentos com bons resultados para soja.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rayan Sabino Reges, Universidade Federal da Paraíba
Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal da Paraíba
Allan Jônathan do Nascimento Lino, Universidade Federal da Paraíba
Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal da Paraíba
João Paulo de Oliveira Santos, Universidade Federal Rural de Pernambuco
Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal da Paraíba, Mestrando em Engenharia Ambiental na Universidade Federal Rural de Pernambuco
Mateus Costa Batista, Universidade Federal de Campina Grande
Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal da Paraíba, Mestrando em Engenharia Agrícola na Universidade Federal de Campina Grande
José Luiz Carneiro da Silva, Universidade Federal da Paraíba
Engenheiro Agrônomo formado pela Universidade Federal da Paraíba
Leossávio César de Souza, Universidade Federal da Paraíba
Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal da Paraíba (1986), mestrado em Fitotecnia (Produção Vegetal) pela Universidade Federal de Viçosa (1996) e doutorado em Agronomia (Fitotecnia) pela Universidade Federal do Ceará (2007). Atualmente é professor adjunto IV da Universidade Federal da Paraíba.
Publicado
2018-07-10
Como Citar
Sabino Reges, R., do Nascimento Lino, A., de Oliveira Santos, J., Costa Batista, M., Carneiro da Silva, J., & César de Souza, L. (2018). EFEITO DE DOSES DE HERBICIDA E TIPOS DE INOCULANTES SOB A SOJA FTS PARAGOMINAS NO BREJO PARAIBANO. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 14(2), 73-80. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2173

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##