DESEMPENHO DE CULTIVARES DE ALFACE CRESPA PRODUZIDAS EM HIDROPONIA A PARTIR DE MUDAS PRODUZIDAS EM FLOATING E ESPUMA FENÓLICA.

  • Ronan Gualberto UIMAR
  • Gabriela Lara Leite Alcalde UNIMAR
  • Carolina Lembe Silva UNIMAR
Palavras-chave: ambiente protegido, cultivo sem solo, Lactuca sativa L., rendimento, sistemas de cultivo.

Resumo

Objetivando-se avaliar o desempenho de cultivares de alface crespa produzidas em hidroponia a partir de mudas produzidas em floating e espuma fenólica, realizou-se um experimento em casa de vegetação, na Fazenda Experimental da Universidade de Marília-SP. O delineamento experimental adotado foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 x 2, com cinco repetições, cujos fatores corresponderam respectivamente, a dois sistemas de cultivo para a produção de mudas (floating e espuma fenólica) e duas cultivares de alface crespa (Jullie e TPC). Foram avaliadas as características massa fresca e seca da parte aérea, número de folhas por planta e comprimento do caule. Ocorreram diferenças significativas entre cultivares para todos os caracteres avaliados. Diferença estatística significativa entre sistemas de cultivos foi observada somente para o comprimento de caule. A interação cultivar x sistemas de cultivos não foi significativa para nenhum dos caracteres avaliados. No número de folhas por planta a cultivar TPC foi superior a “Jullie” independente do sistema de cultivo. Já para o comprimento de caule, constatou-se que as duas cultivares apresentaram valores superiores no sistema floating em relação à espuma fenólica e que a cultivar Jullie apresentou comprimento de caule maior que a “TPC” na espuma fenólica. Esses valores mais altos são indesejáveis, uma vez que são responsáveis pelo pendoamento precoce na alface. Para a massa seca da parte aérea verificou-se que a cultivar Jullie foi superior a “TPC” na espuma fenólica, porém não ocorreu diferença entre elas no sistema floating. Conclui-se que nas condições em que foi conduzido o experimento que a cultivar Jullie apresentou maior massa fresca da parte aérea do que a cultivar TPC e que no número de folhas a “TPC” se destacou em relação à “Jullie” e que os sistemas de cultivos não influenciaram no rendimento das cultivares.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ronan Gualberto, UIMAR
Prof. Dr. Eng. Agronômica - Ciências Agrárias - Horticultura
Gabriela Lara Leite Alcalde, UNIMAR
Discente do curso de Engenharia Agronômica da Universidade de Marília
Carolina Lembe Silva, UNIMAR
Discente do curso de Engenharia Agronômica da Universidade de Marília
Publicado
2018-05-04
Como Citar
Gualberto, R., Alcalde, G. L. L., & Silva, C. L. (2018). DESEMPENHO DE CULTIVARES DE ALFACE CRESPA PRODUZIDAS EM HIDROPONIA A PARTIR DE MUDAS PRODUZIDAS EM FLOATING E ESPUMA FENÓLICA. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 14(1), 147-152. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2100