APLICAÇÃO DE SÍLICIO NO SOLO: EFEITO NA EXPRESSÃO ENZIMÁTICA DE SEMENTES ORIUNDAS DE PLANTAS DE ARROZ SOB ESTRESSE SALINO

  • Elisa Lemes UFPel
  • Andre Oliveira de Mendonça IFFarroupilha
  • Leticia Dias UFPel
  • Andre Brunes UFRGS
  • Sandro de Oliveira UFPel
  • Lilian Tunes UFPel
  • Antonio Albuquerque UFPel

Resumo

A utilização de silício pode acarretar em aumento da capacidade biológica da planta em resistir às condições adversas do meio ambiente. Diante disso, o presente trabalho teve por objetivo avaliar a expressão isoenzimática de sementes produzidas da aplicação de silício, via solo, em plantas de arroz sob estresse salino. O delineamento utilizado foi em blocos casualizados, em esquema fatorial A x B (Fator A- Cinco doses de cinza da casca de arroz aplicado via solo: 0 ;500; 1000; 1500 e 2000 kg ha-1; Fator B- Três concentrações salinas: 0, 4 e 8 mM), com quatro repetições. Foram realizados os testes de primeira contagem de germinação e germinação, e expressão dos sistemas isoenzimáticos glutamato oxaloacetato transaminase (GOT), álcool desidrogenase (ADH), glutamato desidrogenase (GTDH) e sorbitol (SBTDH). Variações nos quatro sistemas eletroforéticos analisados (GOT, ADH, GTDH e SBTDH) podem estar associados ao estresse salino causado durante o crescimento e desenvolvimento de plantas de arroz. O sistema isoenzimático glutamato oxaloacetato transaminase (GOT) é uma ferramenta complementar à avaliação do potencial fisiológico de sementes de arroz.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-05-04
Como Citar
Lemes, E., de Mendonça, A. O., Dias, L., Brunes, A., de Oliveira, S., Tunes, L., & Albuquerque, A. (2018). APLICAÇÃO DE SÍLICIO NO SOLO: EFEITO NA EXPRESSÃO ENZIMÁTICA DE SEMENTES ORIUNDAS DE PLANTAS DE ARROZ SOB ESTRESSE SALINO. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 14(1), 129-136. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/2085