POTENCIAL DE HIBRIDAÇÃO ENTRE CULTIVARES DE FEIJÃO COMUM DE DIFERENTES GRUPOS GÊNICOS

  • Sibila Grigolo Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Ana Carolina da Costa Lara Fioreze Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: cruzamentos, incompatibilidade, andino, mesoamericano

Resumo

Devido ao isolamento geográfico decorrente da domesticação do feijoeiro, originou-se dois pools gênicos para a cultura, o andino e o mesoamericano. Sugere-se que ocorra incompatibilidade quando hibridados genótipos dos distintos grupos. Com isso, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o potencial de hibridação artificial entre cultivares de feijão pertencentes ao grupo gênico andino e mesoamericano. Os cruzamentos foram realizados em casa de vegetação, utilizando o método de emasculação do botão floral. Duas cultivares do grupo andino, BRS Embaixador e BRS Executivo, e duas do grupo mesoamericano, BRS Campeiro e IPR Tangará, compuseram o dialelo completo com seus recíprocos. O delineamento experimental foi de blocos inteiramente casualizados, com quatro repetições. Foram contabilizados porcentagem de vagens formadas com sementes, porcentagem de vagens formadas sem sementes, porcentagem de vagens não desenvolvidas, comprimento médio da vagem, número de sementes por vagem, peso médio da semente, porcentagem de sementes híbridas germinadas e porcentagem de sementes híbridas não germinadas. Houve diferença significativa para as variáveis porcentagem de vagens formadas sem sementes, comprimento médio da vagem, número de sementes por vagem e peso médio da semente. Através do teste de médias, todas as características significativas formaram dois grupos distintos. No geral, as combinações que tinham como genitor materno as cultivares andinas, foram alocadas em um grupo, e já no outro, combinações em que o genitor materno era o mesoamericano. Com exceção da combinação entre BRS Embaixador x BRS Campeiro que se comportou de forma divergente, apresentando incompatibilidade entre as cultivares envolvidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sibila Grigolo, Universidade do Estado de Santa Catarina
Fitotecnia, Melhoramento e Recursos Genéticos
Ana Carolina da Costa Lara Fioreze, Universidade Federal de Santa Catarina
Agronomia, Melhoramento Genético
Publicado
2018-05-09
Como Citar
Grigolo, S., & Fioreze, A. C. da C. L. (2018). POTENCIAL DE HIBRIDAÇÃO ENTRE CULTIVARES DE FEIJÃO COMUM DE DIFERENTES GRUPOS GÊNICOS. Colloquium Agrariae. ISSN: 1809-8215, 14(1), 67-78. Recuperado de http://revistas.unoeste.br/index.php/ca/article/view/1999