O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Diretrizes para Autores

A partir setembro de 2019 artigos submetidos em inglês ou artigos em português traduzidos à língua inglesa (após o aceite) terão prioridade para publicação. Para os casos em que a tradução não for adequada a revista solicitará a revisão do inglês. A partir de janeiro de 2020 receberemos artigos apenas na língua inglesa e quando necessário revisão do texto por profissionais credenciados.

 

POLÍTICA EDITORIAL

A revista publica artigos originais, notas científicas e artigos de revisão (mediante convite do conselho editorial) nas mais importantes áreas da Agronomia, Veterinária e Zootecnia. Os artigos poderão ser submetidos nos idiomas português e inglês. Após o envio do artigo não será mais permitida a inclusão de autores.

 

CRITÉRIOS PARA ACEITAÇÃO DA SUBMISSÃO

  1. O artigo deve ter redação clara, objetiva e linguagem adequada de acordo com padrões científicos.
  2. A introdução deve demostrar à importância, o ineditismo, estado da arte, objetivo e hipótese do trabalho.
  3. A descrição da metodologia, delineamento experimental e análise estatística devem ser adequados para o que foi proposto avaliar.
  4. Os resultados deverão ser apresentados, discutidos e suficientes para comprovar ou refutar a hipótese da pesquisa.
  5. A revisão de literatura deve ser recente e adequada para fundamentar o trabalho e explicar os resultados.
  6. O artigo deve produzir novos conhecimentos e não apenas repetir pesquisas já realizadas.
  7. O artigo deverá ser acompanhado da carta de submissão com todas as informações preenchidas.

SUBMISSÃO DOS ARTIGOS
A submissão de artigos deverá ser realizada por meio eletrônico no endereço http://journal.unoeste.br/index.php/ca.
Carta de submissão: os artigos submetidos à Colloquium Agrariae deverão ser acompanhados da Carta de Submissão (download). A carta deverá ser totalmente preenchida e anexada no sistema. As normas para o preenchimento e para envio estão contidas na própria carta.

Elaboração dos Manuscritos
O artigo deve estar em formato Word (.doc), estando as tabelas, figuras (.xls ou .jpg), desenhos esquemáticos (.jpg) ou fotos (.jpg) com seus títulos e legendas já inseridos em seus respectivos locais no texto. Para melhor adequação gramatical, os editores sugerem a procura de um profissional para realizar a revisão ortográfica, gramatical e linguística. As páginas devem ser numeradas consecutivamente começando com a página título, a qual não deve conter o nome dos autores e filiações.

1. Artigo Completo
O artigo deve ser digitado em coluna simples, usando fonte Calibri 12, em espaço 1,5, formatado em papel A4 (212 x 297 mm) com 2,0 cm de margens e alinhamento justificado. Deve ter a extensão máxima de 20 páginas e conter os seguintes tópicos: 
a) TÍTULO
O Título do artigo deve conter até 20 palavras em português e inglês em maiúsculas. Nesta página e também ao longo do artigo não devem ser colocados nomes dos autores e afiliação institucional, nem qualquer referência ao endereço ou e-mail dos autores. A identificação dos autores e de suas afiliações institucionais é realizada no momento do cadastramento e submissão do artigo no Sistema on-line.

b) RESUMO e Palavras-chave 
O Resumo deve ser redigido em parágrafo único com até 300 palavras, contendo a síntese do trabalho (compreendendo Objetivo, Material e Métodos, Resultados e Conclusões). Ao final do Resumo devem ser fornecidas de 3 a 5 palavras-chave correspondentes do artigo, para facilitar sua indexação posterior. As palavras devem ser separadas por ponto e vírgula, em ordem alfabética e não constar no título, em letras minúsculas.

c) ABSTRACT e Keywords
Na sequência apresentar o Abstract também em parágrafo único com até 250 palavras, o qual deve ser a tradução fiel do resumo para o idioma inglês.

d) INTRODUÇÃO
A Introdução deve conter uma revisão bibliográfica sucinta do assunto, que seja suficiente para sua contextualização e o(s) objetivo(s) deve(m) ser mencionado(s) no último parágrafo. 

Citações no texto: 
• Até 2 autores: Para citações com dois autores, separar os sobrenomes pela letra “e” quando inserido no texto. Exemplo: Castro e Vieira (2012) observaram...; 
Quando citado no final do parágrafo, entre parênteses, separar com ponto e vírgula. Exemplo: (CASTRO; VIEIRA, 2012)
• Mais de 3 autores : Menciona-se o primeiro seguido pela expressão et al. 
Exemplo: (GONÇALVES et al., 2010) 

e) MATERIAL E MÉTODOS 
Deve conter uma descrição do modelo experimental empregado, com detalhes técnicos suficientes dos procedimentos que possam permitir a reprodução do estudo apresentado, bem como o modelo estatístico utilizado e referenciado. 

f) RESULTADOS E DISCUSSÃO 
Os resultados e discussão devem ser apresentados no mesmo tópico, em sequência lógica no texto, enfatizando somente as observações importantes e evitando a repetição de dados apresentados em tabelas ou figuras, as quais devem ser numeradas em sequência com algarismos arábicos e inseridas logo após sua menção no texto.

Tabelas - Cada tabela deve ser apresentada e digitada em espaço simples e suas linhas verticais não devem ficar visíveis. As informações no rodapé da tabela devem aparecer em letra tamanho 10.
Figuras - Incluem gráficos, desenhos esquemáticos e fotos. Devem ser numeradas em arábico na sequência de seu aparecimento no texto. Após sua preparação original, os arquivos devem ser convertidos nos seguintes formatos: figuras (.xls ou .jpg), desenhos esquemáticos (.jpg) e fotos (.jpg – podem ser coloridas), sendo inseridas em seus locais no texto. As letras, os números e os símbolos inseridos nas figuras devem ser claros e de tamanho suficiente para serem legíveis, mesmo após redução (se necessária) para publicação. 

g) Agradecimentos
Nesta seção podem ser incluídos: (i) contribuições que necessitem agradecimentos, mas não justifiquem autoria, (ii) agradecimentos a auxílio técnico, financeiro e material, incluindo auxílio governamental e/ou de laboratórios farmacêuticos. 

h) COMITÊ DE ÉTICA E BIOSSEGURANÇA (obrigatório quando envolver animais e organismos geneticamente modificados)
Apresentar número do protocolo com indicação de que o estudo foi aprovado pela Comissão de Ética do Hospital ou Instituição de Pesquisa onde o estudo foi realizado, seguindo as orientações e os Princípios Éticos na Experimentação Animal do Colégio Brasileiro de Experimentação Animal (Cobea) e do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV). 

i) REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
As referências devem ser editadas em ordem alfabética do sobrenome dos autores, de acordo com as normas da ABNT. Todas as páginas de internet (homepages ou endereços URL) citados nas referências devem estar corretas e ativas para permitir o acesso pelos interessados. 
Exemplos de referências segundo normas da ABNT:

A) Artigo Completo com mais de 3 autores: 
DINIZ, K. A.; OLIVEIRA, J.A.; SILVA, P.A.; GUIMARÃES, R.M.; CARVALHO, M.L.M. de. Qualidade de sementes de alface enriquecidas com micronutrientes e reguladores de crescimento durante o armazenamento. Revista Brasileira de Sementes, v.31, n.1, p. 228-238, 2009.

Obs. Para artigos que possuem identificador digital (DOI - Digital Object Identifier) inserí-lo no final da referência como exemplificado abaixo:

KIRBY, C.J.; SMITH, M.F.; KEISLER, D.H.; LUCY, M.C. Follicular function in lactating dairy cows treated with sustained- release bovine somatotropin. Journal Dairy Science, v.80, n.23, p.273-285, 1997. http://dx.doi.org/10.3168/jds.S0022-0302(97)75935-6

Quando a autoria coletiva tem uma denominação genérica, o seu nome é precedido do nome do órgão superior: BRASIL. Ministério da Agricultura. Secretaria Nacional de Defesa Agropecuária.

B) Livro 
NOGUEIRA, R. M. B.; ANDRADE, S. F. Manual de toxicologia veterinária. São Paulo: Editora Roca, 2011. 

C) Capítulo de livro 
DEL NEGRO, G. Doenças produzidas por fungos. In: GUIMARÃES, R. Y.; GUERRA, C. C. Clínica e laboratório: interpretação clínica das provas laboratoriais. São Paulo: Sarvier, 1994. p. 272-275.

D) Teses e Dissertações
VEIGA NETO, E. R. Aspectos anatômicos da glândula lacrimal e de sua inervação no macaco-prego Cebus apella (Linnaeus, 1758). 1988. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 1988.

1. Artigo de Revisão
Constitui uma descrição sistematizada da literatura sobre determinado assunto e avaliação crítica discursiva, devendo conter os procedimentos adotados, esclarecendo a delimitação e os limites do tema, e finalizando com considerações finais do(s) autor(es). 
Seguem as normas para artigo completo, porém com os seguintes tópicos: TÍTULO (Português e Inglês); RESUMO/Palavras-chave; ABSTRACT/Keywords; INTRODUÇÃO; CONSIDERAÇÕES FINAIS; Agradecimentos e REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS. As revisões não devem ultrapassar 30 páginas, incluindo as referências. No caso da utilização de figuras previamente publicadas, deve ser mencionada a fonte e ser realizada a solicitação de autorização para utilização ao periódico da publicação original.

a) Nota Científica
Seção cujo propósito é abrir a possibilidade de divulgação de novas ideias e conceitos sobre temas das Ciências Agrárias, bem como a publicação de casos clínicos interessantes, e que apresentem aspectos originais, curiosos ou não convencionais. Deve descrever os aspectos clínicos, laboratoriais e evolutivos de interesse, devendo estar suficientemente documentados. As instruções gerais para a elaboração de Nota Científica seguem o mesmo padrão de artigo completo devendo conter no máximo 10 páginas. 

Itens de Verificação para Submissão
Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados acima. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores, antes de serem encaminhadas aos pareceristas.

Manuscritos aceitos 
Todo o artigo publicado torna-se propriedade da Colloquium Agrariae e não poderá ser reproduzido, republicado ou divulgado por meio eletrônico ou impresso sem autorização. Os autores, após a aceitação do seu artigo para publicação, transferem automaticamente seus direitos autorais (copyright) à Colloquium Agrariae. Em virtude de este periódico ser de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.

Processo de avaliação

Todos os artigos submetidos à Colloquium Agrariae que estiverem de acordo com as “Normas para autores” e com a política editorial da revista são analisados pelo Conselho Editorial quanto ao seu mérito e adequação científica. A partir da aprovação inicial, o artigo é encaminhado a dois ou mais avaliadores externos de reconhecida competência no assunto para seu parecer (peer review), cujo anonimato é garantido durante todo o processo de julgamento. As sugestões dos avaliadores são consideradas e a decisão final sobre a aceitação ou rejeição do artigo fica sob responsabilidade dos Editores.


Política de Acesso Livre
A Colloquium Agrariae oferece Acesso Aberto imediato ao seu conteúdo, sem período de embargo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. Tal acesso está associado a um crescimento da leitura e citação do trabalho de um autor. Para mais informações sobre esta abordagem, visite Public Knowledge Project, projeto que desenvolveu este sistema para melhorar a qualidade acadêmica e pública da pesquisa, distribuindo o Open Journal System (OJS) assim como outros softwares de apoio ao sistema de publicação de acesso público a fontes acadêmicas.

Taxas para submissão e publicação de textos
A Colloquium Agrariae, editada pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, não cobra nenhuma taxa por textos publicados e tampouco pelos submetidos para avaliação, revisão, publicação, distribuição ou download.
The journal Colloquium Agrariae, edited by the Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, does not charge any fee for publishing articles. The editorial board values the policy of free access to information, thus, does not charge any fee for the submission, review, publication, distribution or download of articles.

Declaração de Direito Autoral
Os artigos submetidos à revista Colloquium Vitae estão licenciados conforme CC BY-NC-ND. Para mais informações sobre essa forma de Licenciamento, consulte: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/.
A disponibilização é gratuita na Internet, para que os usuários possam ler, fazer download, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou referenciar o texto integral dos documentos, processá-los para indexação, utilizá-los como dados de entrada de programas para softwares, ou usá-los para qualquer outro propósito legal, sem barreira financeira, legal ou técnica.
1) Autores mantém os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
2) Autores têm autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não-exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista (ex.: publicar em repositório institucional ou como capítulo de livro), com reconhecimento de autoria e publicação inicial nesta revista.
3) Autores têm permissão para publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal) a qualquer ponto antes ou durante o processo editorial, já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado.